quinta-feira, 30 de julho de 2009

Um poema pra Sandra e Pedro - Por Gabriel o pensador

Preto, branco
Branco, preto
Preto no branco
Branco no preto
Beijo, abraço
Abraço beijo
Beijo e abraço, abraço e beijo
Beijo e abraço e beijo
E o verde da esperança?
E o azul da cor do céu?
Ou azul da cor do mar
Porque o céu pode mudar
Fica azul quando tá sol
Fica cinza quando chove
Ou fica branco, bem branquinho.
Prarecendo de algodão
Também fica meio roxo, ou laranja, ou lilás
Quando o Sol tá indo embora e tá querendo ficar mais
Quando o Sol tá indo embora e tá querendo ficar mais
Avermelhado, parecendo um coração
É o sol que pediu pra pousar lá na varanda
Só pra poder iluminar o Pedro e a Sandra
É o sol que derrete a neve fria do rochedo
Só pra esquentar um pouco mais a Sandra e o Pedro
É preto
O peito do pé do Pedro é preto
É branca
A palma da mão da Sandra é branca
A Sandra é branca
O Pedro é negro
E o Pedro e a Sandra ficam sempre de chamego
Preto, branco Branco, preto Preto no branco Branco no preto Beijo, abraço Abraço beijo Beijo e abraço, abraço e beijo Beijo e abraço e beijo !!!

Esse poema é dedicado aos meus aluninhos amados do mini-maternal !!!

Que ficam doidos quando o poema do Gabriel o pensador entra em cena !!!

Valeu Gabriel !!!

beijoibeijos

)

2 comentários:

edna disse...

Maraaaavilhoooso!!!!

Sou estudante de Pedagogia, faço o terceiro semestre. E simplesmente amei.

Edna Gomes
dna.gomes@gmail.com

Anônimo disse...

adoro esse poema!!!é muito lindinhoo!!como seus baixinhos tbemmmmmmmmm...te admiro muito com pessoa e como profissional..